#pesamento #divagações #letras365

mar 31

Nas estranhas e vazias horas do ontem,
letras sangraram o papel.
Palavras quebradas,
uma a uma,
feito vidro despedaçado…
Versos cortantes,
papel rasgado,
sentimento ferido,
alma exposta!

Suzana Martins – 03/2015

Imagem: Google

Imagem: Google

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

6 comments

  1. Suzana,
    Rasga-se o papel para que as palavras dele possam nascer.
    Do sentimento ferido eclodem os versos puros.
    Só a alma exposta aceita o presente que o amor tem para oferecer…
    Adorei estes seus versos!
    Abraço!

  2. maria manuela barbosa /

    Como sempre adoro tudo que escreve.Quero desde já desejar-lhe uma Feliz Páscoa.Estou no Algarve e muito contente porque o tempo está maravilhoso.Bijs

  3. Oi, Su!
    Palavras estancadas, alma enclausurada…
    Que as palavras voltem a correr no papel, livres e faceiras!
    Feliz Páscoa!
    Beijus,

  4. Obrigada Dulce!!! =)
    O renascer das palavras é um sentimento rasgando versos… rs…
    Beijos flor!!^^

  5. Maria Manuela, muito obrigada pelo teu carinho!!!
    Beijos e linda semana!!^^

  6. Oi Lu!!!!
    Que assim seja!!^^
    Beijos pra ti moça querida!!!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.