Entrega II

dez 19

Completamente nua,
Entrego-me a ti.
Inteira e sem enfeites.
Sem máscaras e amarras,
Nua de mim…

Aceitas-me?

Entrego-me aqui, sob a lua,
Despida de todo e qualquer
Sentimento mórbido.

Entrego-me a ti,
completamente,
Livre de mim…

Entrego-me
Sem pudor!

Entrego-me
Com desejos escorrendo
Entre os dedos,
Com os lábios sedentos de desejos…

Rendo-me a ti,
Entrega-se a mim.

Imagem: google

Suzana Martins 12/2015

*imagem: google
CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

8 comments

  1. Rafael /

    Uau…
    Intensidade e vontades espalhando desejos.
    Parabéns Suzana

  2. Bette /

    Su, por que vc sempre me surpreende? Por que vc sempre escreve tão lindo? Não adianta! Vir aqui é sempre uma surpresa maravilhosa! Vc é intensa, garota!!!
    Beijos

  3. Intenso, como toda entrega deve ser, como toda paixão, como todo desejo, como o amor nu e cru, puro.

  4. Querido Celso, obrigada pelas suas palavras, pela sua visita e pelo sentir!!

    Sim, toda entrega precisa ser intensa, atravessando os desejos e as vontades. Nua. Crua. Absorvendo o querer!!!

    Muito obrigada, querido!!

    Beijos

  5. Ah Bette!! Obrigada!!!! Obrigada mesmo pelo carinho!!

    Beijos

  6. Obrigada pela visita, Rafael!!!

    Sim, as vontades espalham desejos que ultrapassam o papel!!

    Beijos

  7. Uma entrega em sensualidade que não pode deixar indiferente.
    Belíssimo, Suzana!

  8. Dulce querida, muito obrigada pela leitura! Obrigada pela visita e pelo olhar atento!!
    Obrigada!!

    beijos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.