sol maior

set 30

Converso com sexo,
refazendo o poema complexo.

A lua, que se entrega
toda nua
desafia um poema
escrito na rua!

Refaz-se o tempo
na linguagem do vento.

Conta.
Sonha.
Versa.
Poeta.

A derme arrepia
num canto só
em sol maior!!!

Arte: Marina Podgaevskaya

Suzana Martins – 09/2014

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

2 comments

  1. quase melodia… ecoa aqui: lindo, lindo!
    Lindas!

  2. ah doce menina Mariana, é tão ternurento o seu olhar, as suas palavras, o seu carinho…
    Obrigada sempre!!!

    beijinhos <3

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.