Vidráguas

Clique no banner e encontre poesia

Clique no banner e encontre poesia

Vidráguas nasceu de um poema publicado no livro Dobras do Tempo. Desde então só cresceu, passando de blog – voltado à divulgação de poesia – à editora. Sem nunca esconder sua essência: a experimentação da transparência. E, baseada nessa transparência, é que o Vidráguas desenvolve suas atividades há 6 anos em projetos que vão muito além da editoração de poesia.

O Vidráguas assume a responsabilidade do desenvolvimento do projeto gráfico e editorial além da finalização do projeto junto à gráfica. Deixando claro, ao longo de todo o processo, que o elemento fundamental para a materialização de todo produto é a transparência. Para o Vidráguas, a obra é do autor. Dessa forma, a figura do editor representa muito mais a antiga função do livreiro, ou seja, um facilitador, um indicador de todo o processo e suas etapas.

Além disso, outro aspecto importante o qual move e também impulsiona o Vidráguas é concordar com a definição do grande poeta Haroldo de Campos, o qual afirmava que “a poesia é risco”. Não temendo, assim, o Experimentalismo Poético por meio de inovações como são os Poemas Enredados ou o InVentar Palavras. Acreditando e apostando em poetas novos.

E por falar em inovação, nada mais adequado do que descobrir e explorar novos espaços onde a poesia possa ser consumida. Por isso, o Vidráguas investe pesado na realização de trabalhos dentro de diversos ambientes virtuais, tais como as mídias sociais. Possibilitando conteúdos em novos formatos e maior acesso a esses conteúdos.

Experimente. Invente. Vidráguas.

Por Carmen Silvia Presotto

Vidráguas: www.vidraguas.com.br

Parceria Poética:

As palavras descrevem momentos, sonhos, sorrisos e tantas outras situações que traduzem sentimentos. Mas tudo isso depende da maneira que lemos e/ou interpretamos. O que é poético talvez não precise de discussão, precisamos apenas sentir cada letra como se fossem gotas de chuva caindo e molhando nosso corpo. Quando palavras pintam o dia, provavelmente, teremos poesia. Entre sabores, mares, perfumes e cores, formam-se letras ou palavras. Os aromas poéticos criam contos, encantos e encontros.

E, entre encontros e mares, como um encanto “à beira mar” nasceu a parceria Vidráguas-EntreMarés. Numa conversa que brinda poesias e metáforas surge a voz poética que alcança todo o lirismo conotativo. O poeta pode até viver só, mas a poesia não sobrevive na solidão do papel. Por isso Vidráguas é conversa. É o verso abraçando o papel. É o sentir rasgando o querer. É poesia revelando vontades ocultas. Vidráguas é viver Entre Marés!

Livros. Lp’s. Cd’s. Dvd’s. Uma xícara de chá pela metade. Cadernos. Rascunhos. Folhas recortadas. “Porta-treco”. Incenso. Um baú pequeno. Porta retrato. Velas aromáticas. Máquina fotográfica. Asas. Músicas. Letras. Um mundo. Vários mundos. Tantas letras. Uma estante. Rabiscos desenhados nas reticências dos objetos e nas vírgulas das palavras.

Player ligado. Uma poltrona confortável. Lápis. Papel. Sentimentos de todos os tipos. Ventos. Janela aberta. Paisagem se formando lá fora. Letras nascendo aqui dentro. Dou asas à imaginação e brinco de tecer letras em “livros” de páginas paradas que se movimentam diferentemente. Pleonasmos. Metáforas. Ambiguidades. Confusões. Repetições… E retiro da estante alguns pequenos fragmentos que ficaram do lado de dentro das palavras.

Numa mistura de mar, sentimentos, jazz, música e ventos, as palavras vão contando histórias, criando rascunhos e devaneando todas as conVersas num poeMAR, num vidraguar sem fim…

Ilustração: Vidráguas e Entre Marés

Ilustração: Vidráguas e Entre Marés

O que as palavras traduzem, revelam a poesia do mundo em pequenos fragmentos…

Leia e sinta Vidráguas!! Navegue Entre Marés!

Por Suzana Martins

3 comments

  1. Querida Suzana!!!

    Estar contigo é estar entreMarés, em poesia que late, arde, faz alarde. Que parceria boa, gracias por todo tempo compartilhado, gracias por estares junto em Vidráguas.

    Um beijo emocionado, feliz. Ave Poesia!!! E vamos estar, viver, conviver em poesia.

    Carmen

  2. Querida Carmen, eu não consigo mensurar a alegria de fazer parte desse projeto maravilhoso. Como disse várias vezes, Vidráguas mudou minha vida. Encontrei poetas, amigos, versos e tantos outros ‘sentires’ que ultrapassam a poesia!
    Obrigada pela oportunidade, pela parceria e, principalmente, pelas conVERSAs!!!

    Beijos e, vamos viver poesia!!

  3. ondea imensidão das águas
    também se levanta de marés!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.